Aplicativo de relacionamento só para negros é uma forma de segregação progressista

‘Denga’ nasce somente para os negros que estão em busca de um relacionamento afrocentrado


Saiu na Folha a notícia do primeiro aplicativo de relacionamentos para pessoas negras desenvolvido no Brasil. Chamado de ‘Denga’, o app foi idealizado por Fillipe Dornelas, que diz que já passou “por situações de racismo em outros aplicativos de relacionamento, e constantemente se sentia fora dos padrões daqueles ambientes”.

“Por mais que nós sejamos maioria da sociedade, dentro dos aplicativos não era assim. Geralmente não tinha pessoas pretas, demorava muito para achar uma e ainda assim não necessariamente ia conseguir dar match”, afirma.

Não tenho dúvidas sobre a dificuldade de encontrar um relacionamento sendo negro, uma vez que ainda são corpos que muitas vezes ou são repelidos ou são hipersexualizados. No entanto, um aplicativo só para negros parece uma espécie de segregação, algo que foi superado com tanta luta.

Boas intenções muitas vezes não são capazes de criar boas ideias. E essa ideia de criar um aplicativo para que só negros socializem entre si muito provavelmente é uma ideia também apoiada por… racistas.

Talvez um dos grandes desejos dos racistas seja justamente ter espaços de socialização separados dos negros, ter acesso apenas a mulheres brancas, e garantir a não miscigenação das raças.

Caso você seja negro e queira dar preferência para um relacionamento afrocentrado, existe a opção de só dar like em outros negros no Tinder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Comments (

0

)

%d blogueiros gostam disto: